calendario 12/05/2013

Hybel no portal Usinagem Online


Hybel no portal Usinagem Online

Implantação de processos internos permitiu que entrega de algumas linhas ocorra em apenas três dias úteis. A tendência de verticalização seguida por algumas áreas industriais está colocando a catarinense Hybel no ranking de fabricantes de bombas e motores óleo-hidráulicos mais ágeis do país. Dois anos depois de optar pelo modelo a empresa já percebe que a decisão foi essencial para diminuir a distância entre a chegada do pedido e o prazo de entrega ao cliente, ampliando a carteira de clientes.

Um investimento inicial de R$ 11 milhões possibilitou a instalação de uma fundição de ferro e aço cativa em um segundo parque fabril da empresa, em Criciúma, sul de Santa Catarina. O maquinário trazido da Alemanha reuniu tecnologia de ponta e encaixou a produção nos altos padrões de exigência de qualidade, tanto do mercado interno quanto externo. Outros R$ 2,7 milhões trouxeram para dentro da Hybel o processo de tratamento térmico.

A CEO da empresa, Natalia Pascoali Boeira, explica o que mudou após a injeção de recursos. "Antes as peças eram usinadas e iam para uma empresa terceirizada em Joinville, no norte de Santa Catarina, ou Porto Alegre, no Rio Grande do Sul e, entre serviço e transporte, eram necessários até sete dias de espera. Dependíamos disto para finalizar a fabricação da peça para entrega", relata Natália. "Tínhamos riscos, já que a qualidade ficava nas mãos de outra empresa e ainda podia acontecer algum dano ao produto durante o transporte", complementa. "Com o processo interno estes riscos foram extintos e toda a logística que a terceirização exigia também foi eliminada", relata.

O principal benefício da verticalização, de acordo com Natália, foi a velocidade com que o cliente passou a ser atendido. "Com a logística facilitada conseguimos organizar melhor a programação e oferecer maior flexibilidade nas entregas, agilizando o prazo de recebimento dos nossos produtos. Hoje é possível entregar determinadas linhas de peças em um prazo de três dias úteis", revela a CEO.

Com a verticalização veio também a automatização dos setores de usinagem, retíficas, tornos, geradoras, central de testes, gerenciamento industrial, setor de metrologia e controle de qualidade. A robotização, implantada em 2010, complementou a agilidade. Na área de 30 mil m2 do núcleo industrial de usinagem estão instaladas nove células robotizadas que fazem a manipulação das peças. Como resultados, maior precisão no processo de fabricação, controle de qualidade e aumento da produtividade. A instalação das células beneficiou também os funcionários da produção. "Garantimos mais qualidade de vida para as pessoas que trabalham nestes locais", destaca Natália.

A meta da Hybel para 2013 é a inovação em produto. "Temos novos modelos de peças e novas linhas de produtos que já estão em testes para colocar no mercado em breve. O desenvolvimento de inovações é uma constante dentro da Hybel", finaliza a empresária.

Saiba mais sobre a Hybel - Há 30 anos no mercado, a Hybel atende aos segmentos agrícola, rodoviário, construção civil móbil e industrial. Com unidades de distribuição e de negócios no Brasil e nos EUA, a Hybel tem produtos de alta performance para automação dos sistemas hidráulicos.

A planta industrial está localizada em Criciúma, Santa Catarina. A empresa conta ainda com 13 unidades de distribuição e de negócios nos principais centros do Brasil e uma unidade em Chicago, nos EUA.

Fonte: Alfa Comunicação

VOLTAR
hover categorias twitter youtube facebook pinterest linkedin